Lírico

A minha foto
Greenland
Toda eu sou alma. Todo eu sou frio, branca como a neve. Toda eu sou sonho, céu, nuvem. Toda eu sou girassol. Toda eu serei tua, se assim o entenderes.

9 de abril de 2011

Poderia ser?



Poderia ser Vénus e Afrodite e encantar os corações do mundo; poderia ser Shakespeare e escrever belos poemas de amor; poderia ser John Lennon e fazer boa música quando bem me apetecesse!
Poderia ser Newton ou Einstein e possuir inteligência acima da média de qualquer outro ser humano considerado normal; poderia ser Madre Teresa de Calcutá e ajudar a mudar a humanidade; poderia ser Sharbat e congelar para sempre o mais belo dos olhares na memória do Homem!
Poderia ser Lionel Messi e jogar futebol humildemente como ninguém ou então Usain Bolt e correr para além do infinito a velocidades estonteantes; poderia ser Gandhi e lutar por uma causa na qual acredito como na própria vida!
Poderia ser Neil Armstrong e imortalizar-me, sendo o primeiro humano a pisar a Lua; poderia ser Obama e marcar a diferença apesar de todos os preconceitos; poderia ser Kant e pensar acerca de tudo o que me fizesse perguntar o porquê!
Poderia ser tudo isto…
Mas prefiro ser apenas alguém que tentará realizar um pouco daquilo que todos eles consumaram!
[Graças à imaginação conseguiremos buscar mais sede de conhecimento e saber! Porque sonhar não mata, sonhar não empobrece, sonhar torna-nos pessoas!]
Fotografia e texto: Bárbara

3 comentários:

Isabel disse...

Adorei (:

Anónimo disse...

gostei muito Bárbara :) bela perspectiva! gosto da forma como escreves, continua!
beijinho, Joana

Pedro Rodrigues disse...

OMFG, Adorei este texto :O